sábado, 2 de agosto de 2014

Todo Amor que Houver nessa Vida

Na sexta-feira sem programação, minha amiga me ligou umas 23 horas me convidando pra conhecer um barzinho novo. "Mas vamos voltar rapidinho, que tenho chegar em casa até 1h", ela disse. Escolhi uma roupa qualquer, nada especial. Chegamos no bar, casa cheia, música ao vivo. Mas a cerveja gelada tinha acabado... O dono da casa veio na mesa pedir desculpas pessoalmente. PAUSA

Todo o restante desapereceu e eu só tinha olhos pra ele: lindo, com um sorriso encantador, cheio de energia, cabelos compridos, simpático. Pediu pra sentar na mesa, pra se explicar. Não precisava 😍😍😍. O restante das pessoas, já não participavam da conversa. Em poucas palavras ele disse que queria encontrar um amor pra toda a vida. Me chamou pra dançar - Eu sei que vou te Amar. Olho no olho a dança seguiu, foi dito o que precisava dizer. O tempo passou rápido, hora de ir.
_ Mas já???  Te levo até o carro. Preciso te ver amanhã, como faço?
Não tinha celular, nem telefone em casa.
_ Me liga até as 14 horas para minha loja, depois disso, estou de folga.
No dia seguinte, ligou.
_ Vem jantar comigo, vou trabalhar esta noite?
No jantar, uma longa conversa que durou a noite toda, sempre interrompida com o trabalho no bar.
No domingo, passamos o dia juntos.
Na segunda, fizemos as alianças.
Na terça fizemos 20 anos juntos.

A vida passa assim num piscar de olhos, daquela segunda pra esta terça uma vida!!!
Uma família, os filhos,  dor e alegrias, encontros  e reencontros, entrega e amor.
Todo o amor que houver nessa vida.

Márcia Aleixo